Audin/MPU inova com Auditoria Baseada em Riscos

em: 23/05/2018
Auditorias deste ano já foram planejadas com base no novo modelo

Após treinamento realizado pelo corpo técnico de auditores ao longo de 2017, a Auditoria Interna do MPU está implantando a metodologia de Auditoria Baseada em Riscos-ABR no âmbito do MPU..

As auditorias que estão sendo realizadas em 2018 já foram planejadas com base nesse novo modelo, considerando critérios de riscos desde a seleção das unidades até quanto aos processos a serem auditados.

Segundo a coordenadora de Auditoria, Josi Brandão, a vantagem da Auditoria Baseada em Riscos é fomentar a melhoria dos processos pelos próprios gestores, além de possibilitar que a Auditoria Interna contribua efetivamente para a otimização dos controles internos administrativos nos processos de trabalho, agindo, assim, na causa das desconformidades, com vistas a garantir que os processos atinjam seus objetivos com a máxima eficiência, eficácia e efetividade possível.

Essa nova metodologia vai muito além do trabalho de auditoria tradicional de averiguação da conformidade legal dos atos de gestão, uma vez que é estruturada no tripé objetivos, riscos e controles.

Com base no mapeamento de processos, os auditores identificam os objetivos, realizam a detecção dos riscos de ocorrência de eventos que possam prejudicar o atingimento dos resultados e verificam se as atividades de controle existentes são suficientes e adequadas ou até mesmo necessárias para trazer os riscos a um nível aceitável e, sendo o caso, indicam a proposição de medidas, as quais são consubstanciadas em planos de ação definidos pelos gestores, nos casos em que há necessidade de mitigação dos riscos detectados ou de melhoria da eficiência do processo, mediante a implementação ou aperfeiçoamento de controles administrativos.